Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

10/08/2015

DEIXAR DE DAR GRAXA PARA MUDAR DE VIDA: Não é um pouco esquizofrénico? (2)

Este post poderia ser uma continuação por más razões deste, no qual diagnostiquei a esquizofrenia que nos leva à obsessiva procura de portugueses em lugares de destaque para mitigar os nossos complexos de inferioridade. Ainda há dias assistimos ao delírio mediático a pretexto de António Simões.

Pois bem, temos agora disponível mais um herói nacional. Rui Salvador (ex-motorista de autocarros – também podemos a exaltar a nossa proverbial mobilidade social) montou uma chafarica unipessoal e lançou na internet um esquema de Ponzi ou de Dona Branca (cá está mais uma portuguesa ilustre que teria chegado ainda mais longe se fosse do tempo da internet) prometendo ganhos de centenas por cento ao ano.

O «apresentador evangélico» (uma espécie de tele-evangelista das finanças) como o classificou o El País chegou a enganar quase dois milhões de papalvos em 26 países. Em Espanha onde tem 250 mil clientes até já foi criado um movimento de lesados - bem poderiam ter consultoria dos nossos movimentos, o que seria mais um motivo de exaltação. (Fonte: Expresso)

Sem comentários: