Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

19/02/2015

Dúvidas (78) - Costa com «obra feita» em Lisboa. Amanhã em Portugal? (6)

Outras obras feitas de Costa.

Prenunciando o que poderá vir a fazer se os eleitores distraidamente o colocarem em S. Bento, António Costa deixou uma bela herança na CML. Como foi noticiado a semana passada, das novas tarifas de saneamento e de resíduos urbanos vai resultar um aumento de 150% de 29,2 milhões em 2014 para 74,4 milhões em 2015, em cima de um acréscimo de 2,6 milhões da derrama (a parte que as Finanças entregam à câmara de Lisboa como adicional ao IRC das empresas sedeadas em Lisboa, valor não encontra paralelo em qualquer outra autarquia). No total, o orçamento de 2015 prevê 290 milhões de impostos directos, mais 27,3 milhões (9,4%) do que 2014.

Entretanto, a CML vai perdoar ao Benfica uma dívida de 1,8 milhões ao Benfica e legalizar edifícios ilegalmente construídos.

Confrontado com o aumento das taxas municipais, António Costa que continua a fazer de líder do PS ao mesmo tempo que, pelo sim pelo não, mantém a cadeira quente na praça do Município, aparece a fazer inaugurações (desta vez a ponte sobre a 2.ª circular) e a dar boas notícias, como um desconto de 15% na taxa de resíduos urbanos aos restaurantes e hotéis.

Sem comentários: