Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

03/08/2013

BREIQUINGUE NIUZ: Os portugueses já não vão em conversa fiada ou o PS precisa de mudar de líder

Não vejo outra explicação para, depois de dois anos a prometer aos portugueses que os amanhãs cantarão de novo quando chegar ao poder, o PS ter apenas mais 3% de intenções de voto do que um PSD que anda também há dois anos a infligir austeridade e sofrimento aos portugueses.

Que um CDS esteja reduzido com 3% de intenções de voto ao partido da lambreta não carece de explicação. Também se percebe sem dificuldade que o Partido Comunista e os travestis Verdes somados com o BE tenham quase um quinto das intenções de voto – que outra coisa se poderia esperar depois de séculos de colectivismo? Exagero meu? Repare-se que, com excepção dos partidos travesti Verdes e Bloco de Esquerda, todos os outros têm no nome comunismo, socialismo ou social e todos querem um Estado a que chamam Social.

Sem comentários: