Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

30/08/2013

CASE STUDY: Um minotauro espera a PT no labirinto da Oi (9)

[Outras esperas do minotauro: (1), (2), (3), (4), (5), (6), (7) e (8)]

Sem surpresa, surge à luz do dia pela mão da revista Veja (*) mais um mega escândalo envolvendo a Oi e o PT e, por via da sua participação de controlo, a PT de Zeinal Bava a quem o (Im)pertinências dará 5 afonsos se conseguir sair do labirinto intacto – já não digo transformar a Oi numa empresa asséptica, moderna e rentável porque isso estará para além do talento de um Bava.

«Deputado do PT oferece "honorários" a conselheiro da Anatel para atuar a favor da Oi
Autor da proposta indecente, Vicente Cândido é considerado "petista orgânico" e tem, entre seus amigos, sócios da empresa de telefonia, que tem interesse em resolver a situação de multas superiores a 10 bilhões de reais»

(*) Um exemplo de sucesso de jornalismo profissional e independente, com uma tiragem semanal de mais de um milhão de exemplares. Poderia ser um modelo para os regeneráveis de entre os jornalistas de causas domésticos, serviçais e medíocres.

Sem comentários: