Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

13/08/2013

Pro memoria (127) – Tomai nota para quando começarem a falar de derrapagem da dívida

Com a aplicação no próximo ano do novo sistema europeu de contas nacionais (SEC 2010) em substituição do actual (SEC 95), haverá uma reclassificação do perímetro das administrações públicas que passará a incluir a CP, os hospitais, as responsabilidade pelas pensões transferidas dos fundos de pensões da banca e certos contrato swap.

O resultado da alteração do perímetro das administrações públicas, segundo a estimativa do Económico, é um aumento de 16 mil milhões da dívida pública. Preparem-se para o jornalismo de causas em nome da oposição rufar os tambores quando chegar a altura e, na falta de Vítor Gaspar que desistiu de os aturar, atribuir à sua sucessora esta anunciada «derrapagem».

Sem comentários: