Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

06/08/2013

ARTIGO DEFUNTO: Um provedor de causas

Pode o país dormir descansado que, com provedores do leitor que escrevem artigos militantes como este, o fascismo não levará a melhor. É um provedor de causas que escreve como um jornalista de causas, como se fosse, por exemplo, Baptista-Bastos - o inventor do conceito jornalismo de causas. Ocorre-me fazer ao provedor militante antifascista do Diário de Notícias, Óscar Mascarenhas, a pergunta célebre de Baptista-Bastos na sua série de entrevistas para o Público «Onde é que você estava no 25 de Abril?», atrasando-a ligeiramente: «Onde é que você estava quando o Saramago saneava jornalistas por razões políticas no Diário de Notícias

Sem comentários: