Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

09/08/2013

O ruído do silêncio da gente honrada no PS é ensurdecedor (74) – A culpa está a morrer solteira, outra vez?

«A Assembleia da República contratou um perito em legislação, por 18 mil euros, para um grupo de trabalho que pretende simplificar o regime legal português. Alexandre Sousa Pinheiro foi contratado por ajuste directo.» (Negócios). Suspeito que não vai dar em nada, mas 18 mil euros por 6 meses também não é uma exorbitância para um «perito em legislação».

Por falar em perito em legislação, lembrei-me de um outro, João Pedroso, advogado, dirigente do PS, irmão de Paulo Pedroso, o ex-ministro do Trabalho de Guterres, que entre 2005 a 2007 foi contratado duas vezes para fazer o mesmo manual de direito da Educação, nunca acabado. Da segunda vez foi-lhe paga uma tença mensal de 20 mil euros, mais de 13 vezes superior à primeira. O resultado foram umas dezenas de pastas com fotocópias cujo custo total ultrapassou 300 mil euros – as fotocópias mais caras do mundo. E por falar nisso, alguém sabe em que estado se encontra o julgamento de João Pedroso e de Maria de Lurdes Rodrigues, a ex-ministra da Educação de José Sócrates que o contratou?

Sem comentários: