Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

21/08/2013

Um dia como os outros na vida do estado sucial (11) - Política paroquial: depois do corpo, a alma

Primeiro o corpo, depois a alma
As versões dividem-se. Uns dizem que houve cheques nas missas com homilias a cargo de Fernando Ruas, o ainda presidente da câmara de Viseu e da Associação Nacional de Municípios. Outros dizem que ouve missas para um lado, cheques para outro e não houve homilias.

Já tinha havido oferta de electrodomésticos pelo emérito Major Valentim Loureiro numa campanha eleitoral para prover às necessidades do corpo dos eleitores, chegou agora a vez de lhes tratar da alma.

Sem comentários: