Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

10/03/2011

Um governo à deriva (3) – o síndrome do bunker

Não quero ser mais estúpido do que o costume e equiparar o governo de Sócrates ao governo do III Reich. Pretendo apenas identificar um padrão comportamental próprio do poder sitiado tendo visões miríficas de impossíveis feitos gloriosos. Exemplos:
  • No caso do III Reich, os delírios de Adolf, enterrado no seu bunker, numa Berlim massacrada pelos katyushas do camarada Stalin, fazendo planos para retomar a iniciativa na frente oriental com divisões inexistentes;
  • No caso do governo que os deuses nos deram para nos pôr à prova, os delírios de José Sócrates e do seu ajudante António Mendonça, soterrados pelos diktats de Berlim, levam-nos a continuar os planos para a construção do TGV com milhões de euros inexistentes.

Sem comentários: