Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

14/03/2011

DIÁRIO DE BORDO: Ouvindo o vendedor de automóveis

Até percebo, com algum esforço, como um terço dos portugueses tem de José Sócrates uma ideia positiva. É muito difícil a um cidadão comum, com uma informação limitada, aturdido por luminárias com discursos redondos e uma comunicação social dependente, duma maneira ou doutra, perceber como é possível alguém mentir tão insolente e desaforadamente. E sendo possível a um sobredotado animal político, como Mário Soares, é muito difícil a um político comum, a alguém que não seja um demagogo, como o tele-evangelista, desmascarar sem piedade aquelas ficções. Sócrates não cairá porque o derrubem. Sócrates cairá porque um país definhado deixará de o poder aguentar.

Sem comentários: