Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

07/09/2011

Estado empreendedor (52) - sequelas do assalto ao Millenium bcp (II)

Este post é uma sequela deste outro.

Há pelo menos 2 anos era sabido já estar Joe Berardo encravado por ter participado no assalto ao BCP em má companhia. Desde então o seu encravanço só se agravou. Enquanto se mantiveram as suas dívidas à CGD (400 milhões), ao BES (200 milhões) e ao próprio BCP (400 milhões), a cujo Conselho de Remunerações e Previdência pertencia (não é extraordinário um banco emprestar dinheiro a um seu accionista e membro dos órgãos sociais para comprar as suas próprias acções?), a sua posição no BCP comprada por mil milhões vale hoje menos de cem milhões.

Sem comentários: