Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

14/09/2011

CASE STUDY: a Madeira como região de culto (2)

[Sequela deste post]


Nacos do pensamento político megalómano-delirante recente de Alberto João, o Bokassa das Ilhas:

«A fúria que muita gente me tem, principalmente os da Madeira velha, é que, comigo, nunca o poder financeiro se impôs ao poder político. Eu represento a população. Ajo em nome da população. E, tenha muito ou pouco dinheiro, vão democraticamente obedecer ao que tem que ser feito. Assim é que é a democracia.
… Como o poder financeiro tem muito dinheiro, obviamente faz vários poderes políticos fazerem guerra a mim.
… Eles organizam uma guerra contra a Madeira e contra o Alberto João.
… O que está mal não foi a política da Madeira. O que está mal foi a política internacional que levou os bancos à situação em que se encontram.
... Os senhores não se esqueçam que como a pancada toda que como porque nunca me agachei aos poderes financeiros.»

Sem comentários: