Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

22/10/2016

DIÁRIO DE BORDO: News-speak – nova entrada para o Glossário das Impertinências


George Orwell no seu «1984» imaginou uma nova língua (newspeak) criada no estado totalitário Oceania (uma União Soviética ficcionada) para controlar o pensamento dos indivíduos prevenindo o crimethink - um pensamento desviante do Partido – e pastoreando-os para o goodthinkful.

A news-speak é a língua adoptada pelo jornalismo de causas para escrever (ou ler) as notícias em conformidade com a vulgata da esquerdalhada, episodicamente representada pela geringonça. Exemplos? Inúmeros, veja a etiqueta artigo defunto.

Sem comentários: