Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

30/10/2016

ARTIGO DEFUNTO: Como melhores líderes do PSD, o Expresso elege Rui Rio (para o PS) e Passos Coelho (para o PSD)

A campanha do Acção Socialista Expresso, o semanário de referência, página a página

Página 10 : O sonho comanda a vida
«Geringonça além de uma legislatura»

1.ª Página: O preço
«PS já admite apoiar a recandidatura de Marcelo...»

1.ª página : O favorito para o PS


Páginas 4: Citando o favorito para sair das tábuas
«Rui Rio avalia candidatura contra Passos»

Páginas 4 e 5: O favorito e os suplentes
  • Rui Rio - «O esperado que nunca veio»
  • J. E. Martins / P. Duarte - «Os críticos do congresso» (serão gémeos separados à nascença? serão candidatos a uma liderança bicéfala?) 
  • Paulo Rangel - «A reserva de Bruxelas»
  • M. Luís Albuquerque - «A herdeira de Pedro»
  • Santana / M. Mendes - «Ex-líderes e senadores» (serão gémeos separados à nascença? serão candidatos a uma liderança bicéfala?) 
Página 8: O apoio institucional
«Marcelo à espera de um novo PSD»

Página 8: O incumbente a substituir
«Líder fixa guião para oposição longa»

Página 8: O perigo a evitar
«Passos aproxima-se de Marcelo»

Conclusão: Tenho as maiores dúvidas de que Passos Coelho seja o líder que uma oposição não socialista/comunista/esquerdista precisaria para governar e adoptar as reformas que o Estado e o país precisam. Quem não tem dúvidas é o Acção Socialista Expresso.

1 comentário:

Oscar Maximo disse...

Nem a porcaria da privatização da RTP, que prometeu para logo que fosse eleito, Passos conseguiu fazer.