Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

24/07/2013

Pro memoria (125) - Os provedores são como os melões…

O novo provedor de Justiça Faria Costa disse no parlamento sobre a sua competência para requerer a fiscalização da constitucionalidade que não compete ao provedor «sindicar os actos políticos». É um bom princípio e aqui fica registado para memória futura. Veremos o que faz dele Faria Costa – um apoiante da candidatura presidencial de Manuel Alegre.

Sem comentários: