Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

23/07/2013

CASE STUDY: Câmara de Lisboa, uma aplicação prática da lei de Parkinson (2) ou assim se fazem primeiros-ministros

Recordando o balanço no final do ano passado das décadas de gestão predominantemente socialista da câmara de Lisboa, à medida que a população da cidade vem diminuindo há meio século, a população dos funcionários da câmara vem aumentando a um ritmo ainda mais rápido até ter atingido 9.956 funcionários ou seja 1 por cada 55 residentes e o dobro de Madrid ou Barcelona, parqueados em cerca de 300 departamentos e divisões, que incluem:

  • 330 arquitectos
  • 303 juristas, cujo serviço se supõe seja dar parecer sobre os pareceres que a CML encomenda a gabinetes de advocacia privados, incluindo um a quem a câmara pagou 75 mil euros por um ano e 10 meses
  • 260 engenheiros civis
  • 170 licenciados em Economia, Gestão e Finanças
  • 156 historiadores
  • 146 licenciados em marketing
  • 104 sociólogos
  • 101 assistentes sociais
  • 73 psicólogos
  • 54 técnicos superiores de línguas e literatura
  • 30 engenheiros agrários e agrónomos
  • 17 médicos veterinários
  • 12 engenheiros químicos
Entretanto, o actual presidente António Costa, a pensar no seu futuro como secretário-geral do PS e primeiro-ministro, exercita-se no combate ao desemprego e abre 103 vagas para: assistentes técnicos e administrativos (71), Arquitetura (12 vagas), licenciados em Ciências da Comunicação (2), Direito (6), Psicologia (7), Sociologia (4) e Engenharia mecânica (1).


Antevisão dos novos recrutas ocupando as vagas (Fonte: Early Office Museum)
Percebe-se assim a ansiedade com que inúmeros opinantes (Pacheco Pereira, Miguel Sousa Tavares e muitos outros), inúmeros políticos desempregados, aposentados e carentes (Sócrates, Soares, Sampaio e muitos outros) e muitos utentes da vaca marsupial pública aguardam a entronização do Escolhido, esperando que Tó-Zé não se afeiçoe ao lugar e perceba ser apenas um fiel depositário. Foi isso que lhe fizeram lembrar os inúmeros deputados do PS que abandonaram o parlamento na 5.ª feira passada para marcarem o ponto no lançamento da candidatura de António Costa, onde encontraram representantes das tralhas socrática e soarista, à mistura com o mais difuso sampaísmo e militantes sortidos a trabalharem para o futuro.

4 comentários:

murphy V. disse...

Muito pertinente!

Em Portugal, o que será mais determinante para "fazer" um bom político? Construir um projecto assente em boas ideias, projectos, ou ter boa imprensa?

O caso de António Costa é exemplar...
http://jornalismoassim.blogspot.pt/2013/07/das-personalidades-inimputaveis.html

FMS disse...

http://estadosentido.blogs.sapo.pt/2966432.html

Anónimo disse...


Isto é mau demais . Andam todos a empurrar com a barriga.Quando rebentar ,acaba aos tiros.

José de Azevedo Coutinho disse...


OUVI DIZER QUE ESTE CONCURSO MAIS NÃO É DO QUE A FORMA ENCONTRADA DE COLOCAR NOS QUADROS DA CML AQUELES QUE SÃO AINDA DOS QUADROS DA EPUL!!!!!!

FANTÁSTICO!!!! UM FATO Á MEDIDA!!!

SE ISTO FOR VERDADE..........,

- TALVEZ FOSSE A ALTURA DE PERGUNTAR AO SENHOR PROCURADOR GERAL DA REPÚBLICA SE ESTE CONCURSO NÃO É UMA FARSA!!!!!

- TALVEZ FOSSE TAMBÉM ACONSELHÁVEL PERGUNTAR AOS ILUSTRES MEMBROS DO TRIBUNAL CONSTITUCIONAL SE A FORMA ENCONTRADA PARA RESOLVER ESTE PROBLEMA NÃO ESTÁ FERIDO DE INCONSTITUCIONALIDADE! É O TAL PROBLEMA DA EQUIDADE!!!

- E TALVEZ TAMBÉM NÃO FOSSE MÁ IDEIA PERGUNTAR AO SENHOR PRESIDENTE DA REPÚBLICA SE ESTES ACTOS SÃO PRÓPRIOS DE UM PAÍS QUE SE PRETENDE SER CIVILIZADO E QUE ELE É O SEU MAIS ALTO REPRESENTANTE!