Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

16/07/2013

O ruído do silêncio da gente honrada no PS é ensurdecedor (71) - E porquê Seguro não deixa de fazer de conta e arruma já o assunto do putativo acordo?

Em vez de andar a colocar condições que dependem da troika ou de Bruxelas ou de todos ao mesmo tempo, enquanto anuncia que vai votar a moção de censura. Terá andado na mesma escola de José Sócrates?

1 comentário:

Anónimo disse...

Vai-se assim começando a constatar que Portugal não tem nenhuma autonomia e que a política interna é de somenos importância. Não sendo a troika, será a UE a controlar o orçamento e o défice. Tudo a nível interno não passará de politiquices...

tina