Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

12/07/2013

Lost in translation (181) – Não estou disposto a pagar nada, disse ele por outras palavras

«Prefiro pagar um preço de reputação nas vossas intervenções a não fazer o que posso e devo para um futuro melhor», disse, citando Sá Carneiro, o «salta-pocinhas» Dr. Paulo Portas, hoje no parlamento, onde ainda ontem gritavam grupos de «capangas», para citar duas vezes o Dr. Soares, enquanto a presidente Assunção Esteves citava Simone de Beauvoir, e a deputada socialista Isabel Moreira se citava a si própria na sua página de Facebook, criticando a presidente da AR por «chamar 'os nossos carrascos' ao povo desesperado», confundindo assim energúmenos com povo, o que se compreende porque a Sr.ª Deputada só nas manifs viu aquilo que imagina ser o povo.

Sem comentários: