Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

09/06/2016

Pro memoria (311) - Mota-Engil – a construtora do regime

Passaram por lá ou ainda lá estão:

  • Jorge Coelho, ex-ministro das Obras Públicas do PS
  • Luís Parreirão, ex-secretário das Obras Públicas do PS
  • Luís Valente de Oliveira, ex-ministro das Obras Públicas  do PSD
  • António Lobo Xavier, ex-deputado do CDS
  • Francisco Seixas Costas, ex-secretário de Estado do PS

e, last but not least,

  • Paulo Portas, ex-quase tudo.

1 comentário:

Dudu disse...

No caso de Portas, tenho dúvidas se é para aproveitar os conhecimentos adquiridos na diplomacia económica ou para pagar salários atrasados.