Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

15/12/2014

SERVIÇO PÚBLICO: Vícios públicos e vícios privados (4)

Outros vícios.

aqui fiz referência ao endividamento das empresas cotadas na bolsa portuguesa que batem todos os recordes. Aproveito um diagrama publicado no Expresso para confirmar o pesado grau de endividamento em termos absolutos e comparativamente com 7 outros países da Zona Euro, incluindo os dois outros que foram resgatados: Irlanda e Grécia.


De onde resulta, mesmo que o problema da dívida pública fosse resolvido com um haircut, sempre ficaríamos com o problema da dívida privada que realisticamente num cenário de crescimento moderado só se irá resolvendo com a continuação da venda de empresas.

Sem comentários: