Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

05/12/2014

QUEM SÓ TEM UM MARTELO VÊ TODOS OS PROBLEMAS COMO PREGOS: O alívio quantitativo aliviará? (7) Aos chineses põe-lhes os olhos em bico

O Banco Central do Povo Chinês converteu-se ao cânone actualmente vigente nos bancos centrais capitalistas e está a recorrer maciçamente ao alívio quantitativo colocando a impressora do povo a trabalhar a todo o vapor. Para quê? Não sei. Quais os resultados? Por agora, está a produzir um mercado de capitais «super-bull» como os chineses lhe estão a chamar (em chinês claro, que imagino em caracteres Han se escreve com um boi com uns cornos imensos), com os principais índices a valorizarem 20% em dez dias. Como explica o Economist Espresso, «tudo isto faz lembrar a subida estonteante de 2006-7 – antes do crash do mercado».

Economist Espresso

Sem comentários: