Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

03/06/2012

TIROU-ME AS PALAVRAS DA BOCA: O amor e tudo o resto, digo eu

«Como o amor a sério não vive de mentiras, tenho a dizer que nunca vi uma factura».
Escreveu Carla Hilário Quevedo, que viveu 3 anos em Atenas e é fã da «Grécia caótica», na sua página «Cinco sentidos» na Tabu do SOL, a propósito do charivari indignado pela constatação de Christine Lagarde dos gregos fugirem mais dos impostos do que o diabo da cruz.

Sem comentários: