Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

07/06/2015

Mitos (197) – Take Another Plane ou Take Another Plan? (III)

Outros mitos (I) e (II)

Take Another Plane      ou       Take Another Plan       
Recordando: segundo a mitologia oficial, a TAP era uma companhia valiosíssima que há anos não tem um cêntimo de lucro e que até recentemente só encontrou um interessado bastante exótico para a comprar.

Depois de décadas parasitada por apparatchiks, sindicalistas, comissários políticos, gestores incompetentes, lugar geométrico dos direitos adquiridos, falida e transformada em companhia de bandeira de um grupo de retardados mentais, o melhor que pode acontecer à TAP é ser comprada por um homem que tem como divisa: «cuida bem dos teus trabalhadores e eles irão tomar bem conta dos teus clientes».

Ver aqui a biografia de Humberto Pedrosa, o sócio de David Neeleman da Azul, que nem parece uma criatura do país dos songamongas, das cunhas, dos betos, das tias e das "boas" famílias.

Sem comentários: