Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

30/06/2015

DIÁRIO DE BORDO: Sucumbir à chantagem

«Se o euro falhar, a Europa falha», disse Angela Merkel a propósito de uma eventual saída da Grécia da Zona Euro e Jean-Claude Juncker propõe «um acordo de última hora» ao governo grego

Ocorre-me um Jean-Claude alcoólatra (não é precisa muita imaginação) perante uma ameaça de extorsão por um chantagista Alexis (ainda é precisa menos imaginação) de divulgar publicamente o seu alcoolismo crónico, a implorar-lhe: «Alexis, imploro-te, não digas a ninguém. Isso arruinaria a minha carreira».

Convocar um referendo para decidir se o eleitorado aceita ou rejeita medidas de austeridade é a continuação da chantagem sobre a troika, irremediável demagogia, manipulação em estado puro e falta de coragem de submeter a verdadeira escolha que é permanecer ou sair da Zona Euro.

Sem comentários: