Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

02/06/2015

CAMINHO PARA A INSOLVÊNCIA: De como o melhor que pode acontecer ao paraíso prometido aos gregos pelo Syriza é ser um purgatório (XXI) – Danos auto-infligidos

Outros purgatórios a caminho dos infernos.

Segundo a Confederação grega de Câmaras de Comércio e Indústria, estão a encerrar em média 59 empresas por dia, são perdidos 613 postos de trabalho e são rejeitados pelos bancos 95% dos pedidos de créditos. A somar a isto, os bancos gregos perderam 26 mil milhões de euros de depósitos desde o princípio no ano – percebe-se porque os gregos querem manter o euro, isto é os gregos querem ficar com os seus euros e para tal o mais prudente é tirá-los dos bancos onde estão à mercê do governo Syriza-Anel.

Estava escrito nas estrelas: a maldição do esquerdismo senil é o resultado das suas acções ser quase sempre o contrário dos seus propósitos declarados. Como escreveu Pedro Braz Teixeira no Económico
«O que é mais notável é que o novo governo grego conseguiu proezas notáveis. Conseguiu provocar uma grave fuga de depósitos e capitais, abortar a recuperação da economia, destruir o ‘superavit' orçamental primário (excluindo juros), que seria um dos elementos que lhe conferiria maior poder negocial com os seus parceiros e - a melhor de todas! - tem sido forçado a cortar a despesa total, que está dois mil milhões de euros abaixo do previsto no Memorando de Entendimento. Para quem era contra a austeridade, não está nada mal.»
Talvez venha a propósito, lembrar António Costa: «Vitória do Syriza é um sinal de mudança que dá força para seguir a mesma linha».

1 comentário:

Unknown disse...

O que é mais notavel é que tanto "expert" cantasse tanta loa a um grupo de incompetentes. Os media aproveitaram para fazer lindos titulos e vendere mais ilusoes, tambem fora das revista cor de rosa.