Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

02/06/2015

BREIQUINGUE NIUZ: É possível enganar alguns toda a vida, é possível enganar todos durante algum tempo

«Sepp Blatter said Tuesday that he would resign from the presidency of FIFA in the wake of a corruption inquiry, an extraordinary turn just four days after he was re-elected and defiantly insisted that he was blameless and committed to cleaning up the organization. 

Mr. Blatter, 79, said he would ask FIFA to schedule a new election for his replacement as soon as possible. The next FIFA congress is May 2016, but he acknowledged that the organization could not wait long for new leadership given the current situation

NYT

Contudo, é mais fácil extrair um corrupto/corruptor do que extrair a corrupção de uma organização.

1 comentário:

Unknown disse...

A corrupção quando não puxa para o nosso lado é terrivel e tem que ser combatida sem tréguas; que o digam os anglosaxoes no Iraque, no Egipto, na Arabia saudita na Siria, na Libia...