Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

03/06/2015

CAMINHO PARA A INSOLVÊNCIA: De como o melhor que pode acontecer ao paraíso prometido aos gregos pelo Syriza é ser um purgatório (XXII) – keynesianismo helénico

Keynesianismo helénico: a curto prazo, a médio e a longo prazo estão todos soterrados


Clicar para ampliar (fonte:WSJ)

1 comentário:

Anónimo disse...

A julgar por este grafico, com ou sem Syriza, a bancarrota da Grecia estava sempre garantida. Os pagamentos da divida em 2015 sao superiores ao total dos 4 anos seguintes, e estao cortados dos mercados.

Vai ser bonita a festa....

Nelson Gonçalves