Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

04/10/2013

Pro memoria (135) – Faz como eu digo e não como eu fiz

Concordo com a Dr.ª Manuela Ferreira quanto à falta de qualidade de muitos candidatos do PSD (como muitos de outros partidos), candidatos que segundo ela devem ter sido «uma imposição da máquina aos eleitores». Acrescentaria eu que tal imposição já faz parte dos hábitos do PSD, pelo menos desde as eleições legislativas de 2009, nas quais a «máquina» do PSD de então tentou impor António Preto, por acaso arguido num processo por crimes de fraude fiscal e falsificação.

Sem comentários: