Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

17/10/2012

Superavit de adjectivos a propósito de um orçamento com défice

Alguns exercícios de adjectivação orçamental:
  • «monstruosidade fiscal» e «desumano» (Arménio Carlos)
  • «assalto fiscal» (PCP)
  • «desastre nacional» (Ana Avoila, Frente Comum dos Sindicatos)
  • «sufocante» (Santana Lopes)
  • «não tem execução possível» (Manuela Ferreira Leite)
  • «psicopatia fiscal» (Carlos César)
  • «septicemia» (Bagão Félix)
  • «bomba atómica fiscal» (Eurico Brilhante Dias, secretário nacional do PS)
  • «massacre» (Verdes)

1 comentário:

Anónimo disse...

Zéquinha, diga lá os superlativos de longe:
- longe, muito longe, longissimo, longérrimo, longe pra ca*alho, po**a que já não o vejo...

neves