Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

17/10/2012

AVALIAÇÃO CONTÍNUA: Oportunidades perdidas

Secção Padre Anchieta

«Compreendo que haja agora manifestações quase todos os dias, mas estas manifestações deviam ser contra a senhora Merkel e outros políticos da União Europeia que nos andam a por este garrote», disse Silva Lopes, acrescentando que estará presente nas manifestações contra Merkel.

Cinco chateaubriands para Silva Lopes pela confusão entre os responsáveis por quase 4 décadas de folia financeira e os credores que nos emprestam dinheiro sob condição de o gastarmos bem e com parcimónia. Ainda cinco urracas por em nenhuma das suas inúmeras entrevistas, declarações e bitaites aos mídia ter promovido manifestações contra a folia dos 24 governos anteriores, incluindo os cinco governos de que ele próprio fez parte.

LEMA: «Os cidadãos deste país não devem ter memória curta e deixar branquear as responsabilidades destas elites merdosas que nos têm desgovernado e pretendem ressuscitar purificadas das suas asneiras, incompetências e cobardias.»

1 comentário:

Anónimo disse...

As manifestações na Grécia contra Merkel foram horrorosas. Os alemães devem ter-se sentido tão insultados. Se houvesse hoje um referendo, acho que sairiam do euro.

tina