Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

23/12/2010

Não acertam nem nos blindados

Há muitas luas já se sabia a data de realização da cimeira da NATO: 19 e 20 de Novembro. O contrato de compra de 6 viaturas blindadas para defesa não se sabe de quê foi assinado em 15 de Novembro, 4 dias antes do início da cimeira. Dos seis blindados, dois chegaram no dia 22 de Novembro, dois dias depois de desarmadas as tendas da cimeira. Os restantes quatro virão a caminho, se vierem, e o governo garante que o prazo de entrega termina no dia 24 de Dezembro, coisa estranhíssima para quem os encomendou destinados a uma cimeira um mês antes.

Dando mais um exemplo de ética de troca-tintas, o governo com a tesouraria seca, pela boca do maçónico ministro da administração interna, diz que não paga se não receber os quatro blindados antes de expirado o prazo e «se chegarem dentro do prazo, accionaremos a cláusula que diz que há uma quantia que será abatida no preço» (?).

É muita incompetência para qualquer governo e ainda mais para um com tanta jactância.

Sem comentários: