Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

11/12/2010

Mitos (27) – os socialistas são amigos dos pobres (II)

Os socialistas não são amigos dos pobres. Os socialistas querem acabar com os ricos, o que é uma coisa diferente, como explicou Olof Palme ao coronel Otelo. Os socialistas querem manter pobres os pobres, porque não faria sentido acabarem com a sua clientela. Quem talvez queira acabar com os pobres são os ricos, possivelmente por razões puramente egoístas – serem eles próprios cada vez mais ricos sem má consciência.

Talvez por isso, a lista da iniciativa Giving Pledge de Warren Buffet, que já doou metade da sua fortuna à Fundação Gates e prometeu mais 49%, não pára de crescer. O último foi Mark Zuckerberg, fundador do Facebook, que já este ano doou USD 100 milhões para escolas em Newark. Foi uma certa surpresa, pelo menos para mim que imaginava ser o rapaz apenas um bastard talentoso. Estava enganado. O rapaz é um bastard talentoso e generoso.

A filantropia, entre nós com poucos praticantes, é relativamente comum no inferno do capitalismo onde no ano passado, apesar da crise, foram doados mais de USD 300 mil milhões, quase uma vez e meia o PIB português.

Sem comentários: