Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

01/10/2014

TIROU-ME AS PALAVRAS DA BOCA: Coisas que outros escreveram sobre Costa, as quais, por isso, já não precisam de ser escritas (3)

«António Costa decidiu ficar na Câmara de Lisboa, mas na verdade fica por maus motivos, que vão acabar por prejudicar os lisboetas. Não subscrevo as teses de traição de Costa a António José Seguro, foi a jogo, num terreno escolhido pelo secretário-geral demissionário do PS e ganhou de forma clara. E os resultados dizem-nos que os socialistas, militantes e simpatizantes, não queriam Seguro, e sonham com o caminho que Costa lhes promete, para o poder. Dito isto, Costa deveria abdicar já da Câmara de Lisboa. Não o faz, porque quer um palco para fazer oposição a Passos, apesar dos lisboetas e à custa dos lisboetas.»

António Costa, no Diário Económico

Sem comentários: