Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

08/11/2013

Mitos (149) – O desemprego baixou porque a emigração subiu

Foi o que disse Arménio Carlos (*), o presidente da CGTP indigitado pelo CC do PCP. E também o disseram vários comentadores, uns porque acham que devem dizer qualquer coisa só para mostrar que estão mediaticamente vivos, outros porque têm de fazer o frete e outros porque, apesar de suspeitarem da asneira, têm dificuldades em desafinar do coro.

Sendo certo que a correlação entre duas variáveis não prova a existência de uma relação causal, é igualmente certo que existindo uma relação causal deverá necessariamente existir uma correlação significativa - num mundo simples a medida da correlação seria 1 (recomenda-se aos comentadores literário-jurídicos que estudem estas coisas antes de asneirarem). É aqui que entra a lógica aristotélica: se não há uma correlação positiva ou negativa significativa, então não existe uma relação causal entre as duas variáveis.

Ora, como se pode verificar neste diagrama do Blasfémias, é quase 0 a medida da correlação entre taxa líquida de emigração e taxa de desemprego num conjunto de países, incluindo Portugal. Significado: não existe praticamente relação entre as duas variáveis.

Daqui resulta o desemprego ter baixado por qualquer outra razão que não a subida da emigração. Para fazer um final de post provocatório, diria, como o Impertinente, que o desemprego baixou porque o governo não tomou medidas para o combater, como fizeram os outros governos anteriores.

(*) A criatura também explicou a descida do desemprego pela sazonalidade, por não saber o que é sazonalidade e não lhe terem explicado que a população desempregada diminui 32,3 mil no 3.º trimestre de 2013 relativamente ao mesmo trimestre de 2012.

1 comentário:

Anónimo disse...

Ouvi dizer que o homem foi guarda-redes no belenenses. Deve ser especialista em apanhar bolas e frangos.