Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

28/11/2013

ESTADO DE SÍTIO: O Portugal inconstitucional (7)

Outros Portugais inconstitucionais: (1), (2), (3), (4), (5) e (6)

«TC valida interpretação do Governo, mas sindicatos prometem combater 40 horas no Estado» escreve o Público e acrescenta que «nos tribunais ou fora deles, os sindicatos da UGT e da CGTP prometem não baixar os braços» e Ana Avoila dirigente do PCP e da Frente Comum (CGTP) declarou «é com greves com certeza que se vai fazer a luta dos horários de trabalho, isso não tenho dúvidas. Os trabalhadores não se vão conformar com decisões desta natureza».

Ana Avoila poderá não ter dúvidas mas eu tenho muitas, entre elas as seguintes:

1 comentário:

Anónimo disse...

Eu comovo-me, quase até âs lágrimas, com as declarações destes filhos de uma mãe querida — mães queridas de muitos... Excelsas trabalhadeiras...
eao