Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

09/11/2013

Exemplos do costume (18) – Submarino ao fundo

Depois de um ano de julgamento do caso das contrapartidas do contrato de compra dos submarinos e muitos anos depois do alegado delito, o procurador pediu ao tribunal para condenar os alegados criminosos com 5 anos de prisão com … pena suspensa desde que paguem ao Estado 104 mil euros.

O julgamento estava a ser aborrecidíssimo até ao advogado dos três arguidos alemães ter confirmado que o Estado português foi enganado, não por culpa da Man Ferrostaal, mas por ser «dirigido por uma cambada de incapazes». Nada que não se soubesse há muito.

Sem comentários: