Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

21/11/2013

Bons exemplos (71) – Qual a diferença entre a justiça brasileira e a portuguesa? (V)

Continuação de (I), (II), (III) e (IV)

Capa da revista Veja publicada ontem
O cara do meio é seu Dirceu, antigo guerrilheiro, amigo dos Espíritos, da Ongoing, de José Sócrates, de Lula da Silva e de muitos outros, e que tem inúmeros admiradores entre nós, incluindo Miguel Sousa Tavares que descreveu o mensalão montado por Dirceu com uma moral surpreendente para um moralista: «A dirty job that someone had to do».

É claro que também nos podemos interrogar sobre a diferença entre a revista Veja e as que por cá vemos.

Sem comentários: