Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

03/03/2017

DEIXAR DE DAR GRAXA PARA MUDAR DE VIDA: O presidente vai nu (9)

Outros nus do presidente.

Como prometido, este é o penúltimo post desta série dedicada à nudez do presidente Marcelo. Desta vez cito André Abrantes Amaral que reincide e também aponta outros nus.

«Durante 12 meses, o Presidente da República faz de comentador. Na televisão, enquanto lhe engraxam os sapatos ou à porta de um café. Até à saída da praia. Qualquer lugar serve para que o Presidente do nosso Estado se esqueça do papel que o mandato que exerce o obriga a desempenhar. 

Se para ganhar popularidade ou por mera fatuidade e insensatez, não sabemos. Até porque são tantos os mascarados que nos baralhamos. António Costa, por exemplo, que escolheu ser primeiro-ministro - é o primeiro a consegui-lo depois de perder as eleições -, tem um ministro das Finanças que disfarça défices.»

Sem comentários: