Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

24/03/2017

CASE STUDY: Trumpologia (15) - O eleitorado de meia-idade de Donald está a morrer (mais depressa)

Mais trumpologia.


Porque está a mortalidade dos brancos americanos no escalão etário 45-54 a aumentar quando diminui por todo o lado? E não, não se trata de redução do nível de vida, porque negros (ou afro-americanos como diz a tropa do PC) e latinos da mesma faixa etária não registaram aumento da mortalidade. Há várias causas próximas: drogas, álcool e suicídio. E a causa remota?

Talvez ajude acrescentar que estamos a falar dos deplorables, como lhes chamou Hillary Clinton, o núcleo central do eleitorado de Trump, que, mantendo-se a tendência de aumento da mortalidade, minguará e reduzirá as suas chances de ser reeleito.

Sem comentários: