Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

31/03/2017

Chávez & Chávez, Sucessores (55) – Esfumaram-se os últimos vestígios de democracia

Outras obras do chávismo.

O Supremo Tribunal de Justiça venezuelano, um órgão do poder chávista controlado pelos seus fiéis, assumiu os poderes legislativos que retirou à Assembleia Nacional onde a oposição tem a maioria. Como escreve o NYT, «os últimos vestígios da democracia venezuelana foram derrubados».


Era mais o que os unia do que aquilo que os separava?
Não será melhor, mas ao menos é mais claro: um regime autocrático puro e duro, sem disfarces. Vamos ouvir o que têm para nos dizer os admiradores domésticos da socialismo chávista, depois do silêncio sobre a nacionalização das padarias de portugueses.

1 comentário:

Dr. No disse...

Não vão dizer porque sofrem de amnésia selectiva: esquecem toda a merda que o esquerdume fez, faz e pretende fazer.