Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

05/04/2016

Manifestações de paranóia/esquizofrenia (16) - Há pais assim?

«Esquizofrénico é alguém que perde a capacidade de pensar de uma forma lógica e, consequentemente, de comunicar e de se relacionar, passando a viver num mundo paralelo e sem as normas pelas quais se regem as pessoas ditas normais»
«Há pais obcecados em não condicionar a orientação sexual dos filhos», diz-se num artigo do Público que se interroga «E se só revelar o sexo do seu filho aos cinco anos?».

2 comentários:

Anónimo disse...

Segundo o hábito português, desde o dia de aniversário até à véspera do próximo dia de aniversário diz-se que tem cinco anos. Mas, matemática e realmente, entrou no sexto ano da sua vida.

Melhor os castelhanos que ao dia de aniversário llaman de dia de cumpleaños, ou seja, cumpriram cinco anos de vida.

Os pais obcecados com ideologias fecais que lhe entram no encáfalo não têm cura nem tratamento. Paciência... Não há mal que sempre dure. Também não há papel em rolo que os trate.

Anónimo disse...

Resta saber com que idade os progenitores souberam que as cegonhas não vinham de França mas do norte de áfrica. Sem bébés no bico. Para acamparem nos postes de alta tensão, placards de auto-estradas, etc. Campanário de igreja também já não é usado por elas.