Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

26/07/2012

TIROU-ME AS PALAVRAS DA BOCA: Os especuladores e os reformados

«Para ilustrar esta ideia (manipulação das massas através da manipulação da linguagem), recupero um exemplo dos títulos que se podiam encontrar no início da escalada das taxas de juro no Sul da Europa: "Os especuladores atacam sem piedade os mercados de dívida dos países mais enfraquecidos". Mas, no centro da Europa, ao mesmo tempo e para noticiar o mesmo facto, podiam ler-se coisas como: "Os reformados exigem para as suas poupanças maiores taxas de juro aos países governados por políticos incapazes e corruptos".»

«Engenharia semântica», Xavier Rodríguez Martín no Diário Económico

Sem comentários: