Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

05/07/2012

Lost in translation (150) – ganhar na rua o que perdemos nas urnas, queria ele dizer (II)

A propósito das declarações inflamadas de Jerónimo de Sousa, leia-se este relato de Camilo Lourenço de uma luta de massas:
«12h de 3ª feira, Largo Camões. Alguns (alguns mesmo) manifestantes estão concentrados, sossegados, no Ministério da Economia. De repente irrompem palavras de ordem, apitos e apupos. Tento perceber porquê e ouço uma manifestante dizer ao telemóvel: "Oh filha tenho de desligar; estão aí as televisões e já começaram a filmar...".»

Sem comentários: