Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

08/10/2011

Dúvidas (9) – quem é responsável pelas soluções do passado?

Não sei se Tozé Seguro teve um rebate de consciência na conferência do grupo parlamentar do PS, reconhecendo o óbvio das «soluções do passado (que nos) trouxeram até aqui» serem «responsabilidades de todos» (todos do PS, entenda-se) , ou se é apenas um expediente falsamente solidário para entalar a facção socratina. Na melhor hipótese é tarde e é pouco.

As responsabilidades do PS por 13 dos últimos 16 anos são tão profundas que um novo líder que as não reconheça está condenado a oferecer mais do mesmo a um eleitorado gradualmente mais consciente de estar a começar a pagar a factura da demagogia e irresponsabilidade e, por isso, pouco receptivo a esse discurso.

Sem comentários: