Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

11/10/2010

O ruído do silêncio da gente honrada no PS é ensurdecedor (24) – É mais barato alimentar um burro a pão-de-ló

A Direcção-Geral das Contribuições e Impostos torrar 300 ou 400 mil euros (220 mil mais um custo indeterminado de alojamento de 900 chefes) para comemorar 160 anos a extorquir dinheiro aos sujeitos passivos seria um escândalo mesmo em tempo de vacas gordas. Escândalo apesar de tudo superado pelo feito da Anacom ao torrar 150 mil euros num jantar para «fomentar a coesão e a motivação» de um número de «colaboradores» certamente muito inferior ao de chefes da DGCI.

Não há sinais visíveis de indignação daquelas almas socialistas sensíveis.

Sem comentários: