Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

14/02/2017

Títulos inspirados (66) - O campeonato é outro

O título do Expresso Diário é «Portugal cresce ao ritmo da zona Euro pela primeira vez desde a crise».

Ao ritmo? Qual ritmo? 1,6% em 2017. E quem cresce ao ritmo de 1,6% ou inferior? Alemanha (1,6%), Bélgica (1,4%), França (1,4%), Finlândia (1,2%) e Itália (0,9%), isto é países «crescidos» com um PIB per capita muito superior ao português, pertencentes a um outro campeonato.

E como crescem os países que estão no mesmo campeonato (considerando a UE e não apenas a zona euro)? Roménia (4,4%), Hungria (3,5%), Irlanda (3,4%), Polónia (3,2%), Croácia (3,1%), Eslovénia (3,0%), Eslováquia (2,9%), Bulgária (2,9%), Lituânia (2,9%), Letónia (2,8%), Grécia (2,7%), Espanha (2,3%), Estónia (2,2%).

Por isso, o título mais apropriado aos factos é do Negócios: «Portugal é o "resgatado" que menos cresce»

Sem comentários: