Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

20/02/2017

Dúvidas (187) – Irá o Brexit consumar-se? (VI)

Outras dúvidas sobre a consumação do Brexit.


É claro que actualmente a dúvida se o Brexit se consumará é puramente retórica. A verdadeira dúvida é quanto se consumirá no Brexit.

É cada vez mais claro que as manobras de manipulação dos brexiters sobrestimaram até ao delírio os benefícios (foram garantidas poupanças de £350 milhões por semana, mais do que as contribuições brutas para o orçamento comunitário e não considerando os fundos recebidos) e escamotearam completamente os custos da saída. Em suma, 52% dos eleitores que votaram pela saída foram completamente aldrabados.

Para começar, ainda ninguém sabe como e se é possível compensar 600 mil milhões de euros anuais de trocas comerciais com a UE. Para continuar, também ninguém sabe a quanto chegarão os pagamentos compensatórios devidos pela Grã-Bretanha à UE que incluem (1) a parte britânica nas verbas já comprometidas no quadro orçamental de 7 anos; (2) compromissos de investimento posteriores a 2019, principalmente financiamentos de coesão aos países mais pobres e (3) a parte das responsabilidades por pensões não financiadas dos eurocratas súbditos britânicos.


O total da festa segundo Michel Barnier, o líder das negociações por parte da CE, está estimado entre 40 e 60 mil milhões de euros, mas segundo outros pode atingir 72,8 mil milhões.

[Fonte]

Sem comentários: