Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

22/07/2016

DIÁRIO DE BORDO: Plutão - um regresso triunfal

Recordando, Plutão era o planeta preferido do (Im)pertinências há mais de 10 anos e até inspirou a área temática DIÁLOGOS DE PLUTÃO. Escrevo «era» não porque Plutão não continue a ter a minha preferência mas por ter sido despromovido por motivos definitivamente pueris. Um tal Dr. Brown descobriu em 2005 um objecto espacial na cintura de Kuiper do tamanho de Plutão, o que levou no ano a seguinte a União Astronómica Internacional a considerar que, por isso, Plutão não merecia o estatuto de planeta.

Ver aqui o vídeo
Plutão está de volta à ribalta trazido por Alan Stern, o inspirador da «New Horizons», uma sonda lançada em 2006 e que, após quase 10 anos de viagem, começou a enviar um torrente de dados mostrando que o planeta depreciativamente despromovido a «objecto espacial» é afinal um dos lugares mais interessantes do sistema solar.

1 comentário:

Anónimo disse...

Estamos mesmo a ver de que se esqueceram de olhar para o lado, para o planeta Terra. Muito mais interessante!