Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

29/09/2015

Pro memoria (268) - Costa, o devedor de promessas (13)

Inventário

Em promoção (no «encontro do candidato com o mundo de cultura. Num restaurante à beira do rio Tejo»):

«"mais importante que um ministério, é termos um governo de cultura”, capaz de tratar “transversalmente” a matéria.» prometeu, inspirado, António Costa a «cerca de 200 agentes da cultura num almoço em Lisboa», todos artistas independentes ansiosos por acabar com a «barbárie cultural».

1 comentário:

Antonio Cristovao disse...

Tudo artistas independentes ansiosos por depender do estado.
O estado a que chegamos!!!