Our Self: Um blogue desalinhado, desconforme, herético e heterodoxo. Em suma, fora do baralho e (im)pertinente.
Lema: A verdade é como o azeite, precisa de um pouco de vinagre.
Pensamento em curso: «Em Portugal, a liberdade é muito difícil, sobretudo porque não temos liberais. Temos libertinos, demagogos ou ultramontanos de todas as cores, mas pessoas que compreendam a dimensão profunda da liberdade já reparei que há muito poucas.» (António Alçada Baptista, em carta a Marcelo Caetano)

04/09/2015

Pro memoria (255) – Costa, o devedor de promessas (2)

[Continuação de (1)]

Repescagem de promessas porventura já esquecidas:

«Socialistas defendem que 10% do Fundo da Segurança Social sirva para comprar casas devolutas e querem capitalizar empresas com dinheiro dos vistos Gold.» (18-02-2015)

«O secretário-geral do PS garante que se for primeiro-ministro vai mexer nos escalões do IRS para aumentar a progressividade do imposto.» (07-05-2015)

«António Costa quer renegociar as condições de privatização da TAP, caso vença as eleições, avança o Expresso. O objectivo é o de manter a maioria do capital da companhia aérea nas mãos do Estado, vendendo apenas 49%.» (24-05-2015)

«O secretário-geral do PS defendeu hoje em Oliveira de Azeméis que a competitividade das empresas exportadoras nacionais beneficiaria com uma ferrovia que agilizasse o acesso de mercadorias ao centro da Europa "tão breve quanto possível".» (29-05-2015)

(Continua)

Sem comentários: